Transfer aeroporto
Hotéis em promoção
  1. Fecha de llegada
  2. Fecha de salida
Alquiler de coches
Voos baratos

Praga em dois dias

Praga é um dos destinos mais interessantes para passar um final de semana se você está viajando pela Europa. Se você quiser ver o mais importante da cidade e não quer se preocupar com o planejamento, nosso roteiro de dois dias em Praga será muito útil.

Desenvolvemos esse roteiro pensando que você chegaria na tarde de sexta-feira e iria embora no domingo no mesmo horário. Se você vai viajar outros dias da semana, é importante conferir os horários de cada atração. 

Dia da chegada

Praça da Cidade Velha
Praça da Cidade Velha

Se você chegar a Praga de avião, terá várias opções para ir ao hotel: pegar o ônibus 119 ou 100 e depois o metrô, pegar um táxi ou reservar um serviço de transfer. Essa última opção é a mais prática, além de ser muito econômica (mais que um táxi).

Depois de deixar as malas no hotel, o melhor é se aventurar pelo coração da Cidade Velha e se perder por suas ruas. Na Praça da Cidade Velha, você terá o primeiro encontro com o Relógio Astronômico, a Igreja de Týn ou a Prefeitura.

Curta um bom jantar tradicional e um passeio. Amanhã começaremos as visitas culturais.

Primeiro dia

Rua do Ouro
Rua do Ouro

Catedral de São Vito
Catedral de São Vito

Aproveitaremos a manhã do primeiro dia para fazer uma visita completa ao Castelo de Praga. Para chegar ao castelo, o mais prático é pegar os bondes 22 ou 91 e descer na estação Pražský hrad. Se você estiver perto de Malá Strana, também pode subir caminhando pela escadaria Zámecké schody.

Para visitar o castelo, a melhor opção é comprar o ingresso completo e ir visitando todos os pontos incluídos. Não perca a Rua do Ouro, uma das ruas mais bonitas de Praga e onde residiu Franz Kafka entre 1916 e 1917.

Depois de visitar o castelo e a Catedral de São Vito, localizada no seu interior, deixaremos a área do Castelo pela Porta de Matias, a entrada principal, situada a oeste do castelo. Desceremos até a praça de Malá Strana circulando a fortaleza pela escada Zámecké schody.

Ao chegar na praça, não deixe de entrar na Igreja de São Nicolau e, se não estiver muito cansado, suba na sua torre, que oferece uma excelente vista da região.

Se tiver tempo, você pode dar um pequeno passeio pelas ruas Nerudova, Janský vršek e Tržište, as mais interessantes da zona.

Se você tiver feito o itinerário muito rápido, provavelmente será a hora de almoçar. Você pode comer em um dos tradicionais restaurantes da zona.

À tarde

Ponte Carlos
Ponte Carlos

Praga
Praga: o Relógio Astronômico e a Igreja de Týn

Praça de Venceslau
Praça de Venceslau

Dedicaremos a tarde para visitar Staré Město, a Cidade Velha de Praga.

Pegando a rua Mostecká em Malá Strana, chegaremos à Ponte Carlos, a mais bonita de Praga e uma das mais famosas do mundo. Depois de cruzá-la, pegue a rua Karlova para chegar na Praça da Cidade Velha. Se tiver dúvida, siga o fluxo de turistas.

Ao chegar na praça, lembre-se que a cada hora em ponto o relógio da Prefeitura mostra todo o seu repertório.

Para contemplar toda a grandeza da praça, você pode subir na torre da Prefeitura. Diferentemente das outras torres, essa possui elevador, o que torna a subida mais leve.

Pegando a rua Celetná, você chegará à Torre da Pólvora, a mais famosa da cidade. Data do século XI e era uma das 13 entradas da Cidade Velha. A subida é emocionante e você com certeza não irá se arrepender.

Do outro lado da Torre de Pólvora está a Casa Municipal, um dos edifícios de estilo nouveau mais importantes de Praga. No seu interior há diversas salas de exposições e um auditório.

Voltando pelo mesmo caminho depois de cruzar a torre, você deve pegar a rua à direita, a, Uprasné Brány. Continue por Jakubská e Stupartská até chegar de novo à Praça da Cidade Velha. Essas ruas são algumas das mais bonitas da zona antiga.

Saindo da praça por qualquer uma das ruas que estão na frente do relógio da Prefeitura e seguindo reto pelas ruas comerciais, você chegará na Praça Venceslau, o lugar onde teve início a queda do comunismo. No final da praça está o Museu Nacional e, um pouco à esquerda, a Ópera Estatal.

Para finalizar bem o dia, recomendamos assistir a um espetáculo de Teatro Negro, um dos espetáculos mais típicos de Praga. A obra mais conhecida e a que tem melhores críticas é Aspects of Alice. O teatro está na rua Karlova, a poucos metros da Ponte Carlos.

Depois da apresentação, você pode descer pela margem do rio até chegar ao Teatro Nacional, ao lado da Ponte da Legião (Legii Most). Na rua Narodni, você encontrará restaurantes mais tradicionais e não tão turísticos quanto os da Cidade Velha. Seguindo por Narodni, você chegará à Praça Venceslau.

Segundo dia

Antigo cemitério judeu de Praga
Túmulos no antigo cemitério judeu

Sinagoga Maisel
Sinagoga Maisel

No segundo dia visitaremos Josefov, o Bairro Judeu de Praga. Se você não quer caminhar até lá, a estação de metrô e bonde mais próxima é Staroměstská.

As principais atrações do bairro judeu são o cemitério e as seis sinagogas. O Cemitério Judeu, a Sinagoga Pinkas e a Sinagoga Espanhola estão na rua Široká, enquanto as sinagogas Maisel, Klausen, Alta e Velha-Nova estão na rua Maiselova.

A ordem da visita é indiferente. A sinagoga mais próxima ao metrô é a Pinkas e está no Cemitério Judeu. Como o ingresso para as seis sinagogas é conjunto, se na Sinagoga Pinkas tiver fila, você pode visitar o resto antes e voltar a essa quando já tiver o ingresso, assim você economiza tempo.

Depois de visitar o Bairro Judeu, você pode aproveitar para conhecer a cidade passeando pelo rio Moldava. Subindo pela rua Pařížská, você chegará à Ponte Cechuv em menos de 5 minutos. Os passeios de barco de 1 hora são muito econômicos. 

Também há a opção de fazer um passeio de barco com almoço.

Ao terminar o passeio e dependendo do tempo que você tiver, você pode optar por comer na Cidade Velha ou subir no Monte Petřín, um dos lugares preferidos dos locais para passar o fim de semana.

Aqui termina o nosso roteiro. Se você gostou, não perca os nossos guias de outras cidades.